Importante

Todos os textos do blog, em prosa e verso, a não ser quando creditado o autor, são de minha autoria e para serem usados de alguma forma, necessitam de prévia autorização.

sábado, 12 de novembro de 2016

Arte e revoluções


Em tempos de exaltação da modernidade veloz e voraz, que dilui, mastiga e descarta, rendo uma pequena homenagem aos anos 1950 e 1960, quando, primeiro os beatnicks e depois os hippies, constestaram o stabilishment, transgrediram normas, sonharam utopias na prática, adotaram On the road, de Jack Kerouac  (agora transformado em filme por Walter Salles) como bíblia, apreenderam o humanismo existencialista de Jean Paul Sartre, ressaltaram o papel transformador da arte, adotaram o Ahimsa do Mahatma Ghandi, a resistência pela não violência, o desapego material do budismo e do hinduísmo, as flores nas bocas dos canhões, (no Brasil, o inesquecível Dom Hélder Câmara era a síntese de tudo isso).


Enfim, com toda a diluição pelo que tudo nesse mundo passa (George Harrison compôs All things must pass), a essência disso perdura e como Milton Nascimento e Fernando Brant disseram, nada será como antes, o mundo não foi mais o mesmo desde então, por boas e más razões e fico me perguntando se hoje, por exemplo, existiria o Greenpeace e todo esse movimento de consciência ambientalista se não fossem nossos heróis e anti-heróis dessa época, um Mohamed Ali sendo preso por ter se recusado a matar irmãos de outra nacionalidade na guerra do Vietnam.



Então, como sou só um poeta, faço uma singela e poética homenagem a esses tempos singulares e marcantes, de hedonismo libertador, do sonhar um mundo mais justo, o Paz e Amor que pode ser que nunca se estabeleça, mas que só buscar já vale a pena e nos faz mais humanos, emulando a pop art de Andy Wharol e a irreverência rebelde dos poetas marginais.






5 comentários:

  1. A vida é feita de agoras, por isso viver é já!! Adorei!!

    ResponderExcluir
  2. Já que as palavras já foram tão bem(n)ditas, só me resta dizer... curti!. ;)

    ResponderExcluir
  3. Que bom que curtiu, Daniele Faissal. Bem-vinda ao meu blog! Volte sempre.

    ResponderExcluir
  4. Apenas responda sim ou não,meu telefone é o mesmo e e-mail também,34 91864154,regianef25@gmail.com,simples.

    ResponderExcluir